PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Prêmio Contribuintes Ceará celebra 10 anos

27 de fevereiro de 2018 - 00:00

Lançado em 2007 como uma forma de reconhecimento do Governo do Estado, em parceria com o Sistema Verdes Mares (SVM), às empresas que mais contribuem para a arrecadação do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Ceará, o Prêmio Contribuintes mostra sua longevidade e chega, neste ano, à sua décima edição. Ao longo da década, mais de 400 empresas cearenses já foram homenageadas.


A cerimônia desta 10ª edição do Prêmio Contribuintes será realizada nesta quarta-feira, 28 de fevereiro, no Centro de Eventos do Ceará. A premiação tem como patrocinadores o Governo do Estado, a Assembleia Legislativa, Banco do Nordeste, M. Dias Branco e Bradesco. Na ocasião, serão conhecidas as 30 empresas que mais contribuíram com arrecadação de ICMS no período de novembro de 2016 a outubro de 2017, nos segmentos Combustível e Energia, Comunicação e Transporte, Indústria, Atacado e Varejo.


“Esse reconhecimento dá projeção às empresas cearenses e demonstra que o Estado sabe da importância da empresa privada como arrecadadora de tributos”, enfatiza o secretário da Fazenda, Mauro Filho. “O Prêmio Contribuintes mostra que é possível uma convivência limpa entre o setor público e o setor privado quando o objetivo é o bem comum. São empresas comprometidas com o desenvolvimento do Estado”, classifica. Para o secretário, a iniciativa estimula as empresas a serem cada vez mais corretas no recolhimento do imposto.


O secretário Mauro Filho destaca ainda que ao colaborar com o aumento da capacidade de investimento do Estado em áreas prioritárias como educação, saúde, segurança e infraestrutura, a arrecadação do ICMS contribui para geração de novos negócios e de novos empregos. “Com esses recursos, foi possível realizar esse processo de reestruturação da educação no Estado, bem como a reestruturação da saúde, com a construção de hospitais, policlínicas e UPAs em todo o Ceará. Aumentamos o investimento em segurança pública, com a ampliação dos efetivos civil e militar, investimentos em viaturas e inteligência. E também focamos na infraestrutura, principalmente na área de recursos hídricos”, aponta o secretário.