PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Mês do Fazendário começa com apresentação de coral e palestras

3 de setembro de 2019 - 11:46 #

“Vem, vem cantar com a gente
Ser feliz cantando
Vem cantar”

Foi com essa leveza que o Coral da Sefaz abriu, nessa segunda-feira (02/09), no auditório da sede III da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE), o Mês do Fazendário 2019, evento que reúne uma série de atividades ao longo do mês de setembro, em comemoração ao Dia do Fazendário, celebrado em 28/09. O primeiro dia foi marcado por palestras da secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, e de outros gestores sobre processos gerenciais do órgão. O ciclo de apresentações inaugurou o projeto Engaja Sefaz, movimento idealizado para fortalecer os laços dos servidores com a instituição.

A titular da Sefaz-CE abordou o tema “Propósito e valores organizacionais: qual o nosso papel para a construção de uma Sefaz mais eficiente?”. Ela destacou que os servidores precisam estar engajados e ter clareza sobre a função que desempenham. “Por que fazemos o que fazemos? O Ceará é o quarto estado em situação de extrema pobreza. Isso significa que um milhão de pessoas vivem com menos de R$ 89 reais por mês. Isso para a gente é propósito. Estamos aqui porque acreditamos que servir ao nosso Estado dá mais sentido à vida”, enfatizou.

A gestora ressaltou que a missão da Sefaz de arrecadar recursos para os cofres públicos precisa estar conectada com valores como justiça, respeito, transparência, boa-fé, delicadeza e honestidade. “Estamos aqui porque somos responsáveis por proporcionar os meios materiais necessários à construção de uma sociedade mais justa, menos desigual, em que não exista pobreza”, expressou. E para atingir esse objetivo, os servidores, segundo Pacobahyba, precisam inovar e estar atentos às transformações causadas pela tecnologia.

“Você tem se preparado para essas mudanças, para esses novos desafios, para essas novas formas de agir e de pensar? O futuro é tão assustador quanto fascinante. Exigirá uma capacidade de ser criativo, de resolver problemas complexos”, observou a secretária da Fazenda. Ela disse ainda que o corpo técnico da Sefaz deve se adaptar a novos fluxos e modelos de negócios.

Em seguida, a orientadora da Célula de Desenvolvimento Institucional (Cedin), Juliana Xavier, fez uma exposição sobre o planejamento estratégico da Secretaria, traçado para o quadriênio 2019 – 2022. Ela falou sobre a missão e a visão de futuro da organização, bem como sobre metas e objetivos estratégicos a serem alcançados.

A coordenadora da Assessoria de Relações Institucionais (Arins), Germana Belchior, deu destaque ao trabalho que vem sendo realizado na área de comunicação para fortalecer o relacionamento entre Fisco-contribuinte e aproximar a gestão atual do corpo funcional. “Queremos intensificar o diálogo com os servidores e com a sociedade. Queremos uma comunicação que gere afeto, engajamento, empatia”, comentou. Ela citou algumas iniciativas inovadoras que vêm sendo implementadas desde o começo do ano, como a criação de perfis no Instagram, Facebook, Twitter, além de um canal no Youtube. Outra medida evidenciada pela gestora foi a implantação de listas de transmissão no Whatsapp para divulgar as ações da Secretaria para o público interno e externo da instituição.

O coordenador da Assessoria de Controle Interno e Ouvidoria, Marcos Saraiva, discorreu sobre o processo de gestão de riscos implementado no primeiro semestre deste ano. “Nossa premissa é a defesa da organização. Nosso foco é o controle e a prevenção dos riscos”, afirmou. Dulce Ane Lucena, coordenadora de Gestão de Pessoas, exibiu um vídeo em que servidores convidam os colegas a participar das atividades do Mês do Fazendário. Ela chamou atenção para o Calendário das Gentilezas Fazendárias, iniciativa que propõe ações positivas para cada dia do mês de setembro. Entre as dezenas de boas atitudes estão gestos como elogiar um colega, perdoar alguém, contar uma história engraçada e doar livros.

Confira programação completa do Mês do Fazendário.