PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Fernanda Pacobahyba modera painel em fórum internacional sobre Futuro dos Investimentos

17 de novembro de 2022 - 14:08 #

Daniel Herculano - Texto

Evento organizado pelo Fórum de Integração Brasil Europa ocorre em Portugal até a próxima sexta-feira (18), e tem a secretária cearense moderando o painel sobre “Experiências Internacionais e Desafios Sociais”

Na quarta-feira (16) iniciou o fórum internacional “O Futuro dos Investimentos em Infraestrutura”, em Lisboa, Portugal, que busca contribuir para a escolha de um novo plano estratégico de investimento para o Brasil. O evento segue até sexta-feira (18) com a presença da secretária da Fazenda do Ceará, Fernanda Pacobahyba, convidada para moderar o painel “Experiências Internacionais e Desafios Sociais”, que busca apresentar um panorama dos programas de estímulo ao crescimento, com destaque para promoção de investimentos, recentemente adotados pela Europa (Plano de Reconstrução e Resiliência), bem como pelos Estados Unidos (Infrasctruture Investment and Jobs Act) e pela China.

“O Ceará é um exemplo para o Brasil quando se fala em investimento público. Em relação aos investimentos, o valor neste quadrimestre praticamente dobrou em relação ao mesmo período do ano passado, passando de R$ 720 milhões para R$ 1,4 bi”, pontuou a titular da Sefaz Ceará.

Quem promove o evento é o Fórum de Integração Brasil Europa (Fibe), e o ciclo de debates é resultado de uma parceria da instituição com o Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP) e a FGV Conhecimento. O evento será dividido em painéis, nos quais serão compartilhadas experiências de especialistas e autoridades de diversas áreas, no intuito de debater as eventuais soluções apropriadas para o Brasil.

Objetivos e o exemplo do Ceará

Se o Brasil ostenta uma taxa nacional de investimento como uma das mais baixas do mundo, o Ceará anda na contramão desses dados e, ano após ano, acumula crescimento em investimentos públicos. Se em 2021 o Ceará fechou com mais de R$ 3,5 bilhões, o maior da história, 2022 também deve trazer números que superem as expectativas. Em termos percentuais quando comparado com a Receita Corrente Líquida, o investimento público do Ceará já liderava por seguidos anos o ranking nacional de investimentos. No montante atual, de 2021, o Estado fica atrás apenas de São Paulo, em valores nominais, mas considerando que o estado paulista tem uma economia oito vezes maior. E esse tipo de investimento é a condição necessária para retomada do crescimento do país.

As palestras também vão abordar e apresentar exemplos que possam mostrar como vencer esse desafio nacional, que exige um pesado esforço de investimentos em projetos de infraestrutura, inclusive pelo setor público. As transformações estruturais em curso na economia e na sociedade mudam a natureza do estoque de capital desejado, já não apenas físico, mas também cada vez mais composto por valores intangíveis, desde o campo digital até o ambiental.

Painel

Fernanda Pacobahyba mediou o Painel nr. 4, nesta quinta-feira (17), com o tema “Experiências Internacionais e Desafios Sociais”, incluindo a Reconstrução Europeia e Outras Experiências, como a aplicada no Ceará, além das diferenças de diagnóstico, objetivos e, sobretudo, de planos de ação. Na mesa de exposição esteve Duarte Rodrigues, vice-presidente da Agência para o Desenvolvimento e Coesão de Portugal, nos comentários Venilton Tadini, presidente-executivo da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB) e Guilherme Afif Domingues, ex-Ministro da Micro e Pequena Empresa do Brasil (2013-2015), nos debates Mário Tavares da Silva, vice-presidente da Missão Recuperar Portugal e Esmeralda Dourado, conselheira do Fórum de Integração Brasil Europa, Gestora e Empresária.