PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Secretária da Fazenda inaugura a primeira edição do “Bate-papo com Fernanda”

28 de maio de 2019 - 17:09 # # #

A secretária da Fazenda do Ceará, Fernanda Pacobahyba, participou, na manhã desta terça-feira (28), de um encontro com servidores e colaboradores da Casa junto com o grupo que trabalhará na reestruturação do Centro da Memória da Sefaz. O evento, que se iniciou com a participação da cantora e violinista Rebeca Câmara, reuniu tanto fazendários da ativa como aposentados, que fizeram parte da primeira edição do “Bate-papo com Fernanda”. O objetivo foi estabelecer um diálogo aberto em torno de temas de interesse da instituição, tendo como fio condutor a seguinte pergunta: “Por que reestruturar o Centro da Memória da Sefaz e como ele contribui para educação fiscal”? O Dia Estadual da Educação Fiscal foi comemorado no dia 25 de maio, último sábado.

Na roda de conversa desta manhã, estiveram presentes os seguintes representantes das entidades fazendárias: Luis Pontes Cunha Filho, presidente da União dos Funcionários Fazendários Estaduais do Ceará (Uffec); Gentil Teixeira Rolim, presidente da Associação dos Aposentados Fazendários do Estado do Ceará (Aafec); Lúcio Mendes Maia, diretor de de organização do Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf); Marcus Augusto Silva Ferreira, presidente da Caixa de Assistência dos Servidores Estaduais do Ceará (Cafaz); Regina Lúcia Pires de Carvalho, membro do Conselho Fiscal da Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual e dos Fiscais do Tesouro Estadual do Estado do Ceará (Auditece); Yvelise Benzi Sales, diretora geral da Fundação Sintaf e Carlos Alberto Mendonça, o “Major”, servidor aposentado da Sefaz e convidado de honra, que foi um dos responsáveis pela primeira estruturação do Memorial.

A titular da Sefaz falou da importância de preservar a história institucional e colher depoimentos de pessoas que ainda estão vivas, sendo fundamental o envolvimento de todas as instituições. “Precisamos deixar uma base sólida em nossa organização, que se sustente e legitime, independente de quem venha a ser o gestor superior. Preservar a memória da Sefaz é manter a organização viva e uma forma de fortalecer sua essência, seu propósito e, consequentemente, todos os fazendários”, afirma.

Após a fala da secretária, os representantes das entidades abordaram, de forma leve e descontraída, sobre a singularidade do momento para a história da Sefaz e o resgate do Memorial para as gerações presentes e futuras, fortalecendo a união e a solidariedade de todos.

Em tom emocionado, o convidado de honra, Carlos Mendonça (“Major”) relembrou a trajetória do Centro de Memória e agradeceu a secretária Fernanda Pacobahyba pelo envolvimento nesse novo projeto. “É bom voltar a essa casa e pisar nesse chão. Me dá até vontade de chorar. Não podemos esquecer nossa memória. Eu queria reverenciar dois nomes, João Alfredo Montenegro e João de Castro (in memoriam), que foram muito importantes para a Sefaz”, ressaltou.

Na ocasião, foi assinado o Convênio de Cooperação Técnica para Reestruturação do Centro de Memória com os representantes das entidades fazendárias e formalização de um grupo técnico, que irá conduzir os trabalhos. O Memorial é uma das atribuições da Assessoria de Relações Institucionais (Arins).

A coordenadora da Arins, Germana Belchior, falou sobre o convênio assinado com as entidades fazendárias e do trabalho a ser desenvolvido pelo grupo. “O Centro de Memória vai ser muito importante para fortalecer a ‘liga’ entre todos nós. A história da Sefaz fortalecida significa a nossa importância como servidores fazendários, o nosso papel perante a sociedade, sendo a educação fiscal o caminho para o resgate da nossa identidade. Nossos afetos precisam ser resgatados e fortalecidos também, e isso será um foco do nosso trabalho. Todos são fundamentais neste desafio”, abordou Germana.

Confira abaixo os integrantes do GT do Centro de Memória da Sefaz: